Governo do Ceará e Banco Mundial realizam seminários para debater ações implementadas com o PforR

26 de novembro de 2018 às 15:02

Há seis anos, o Ceará deu passo pioneiro junto ao Banco Mundial, sendo o primeiro estado na América Latina a ter uma operação de crédito com desembolsos baseados em indicadores e metas nos moldes do Projeto de Apoio ao Crescimento Econômico com Redução das Desigualdades e Sustentabilidade Ambiental do Estado do Ceará (PforR). Com o objetivo de debater e aprimorar o que tem sido implementado com sucesso para planejamento e desenvolvimento econômico do Estado, o Governo do Ceará realiza, desta segunda-feira, 26, até a próxima sexta-feira, 30, no Centro de Eventos do Ceará, a semana de workshops “PfoR Ceará: Aprendizados e Novos Desafios”.

O evento é organizado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), em parceria com o Banco Mundial. A programação é formada por cinco grandes seminários, um por dia, durante os turnos da manhã e tarde. Participam dos momentos de discussão e aprendizagem, o secretariado estadual, pesquisadores, dirigentes de órgãos públicos e iniciativa privada, dentre tantos outros participantes locais, nacionais e internacionais. A mesa de abertura do evento foi composta pelo titular da Seplag, Maia Júnior, o diretor geral do Ipece, Flávio Ataliba, e o diretor do Banco Mundial para o Brasil, Martin Raiser.

Durante o primeiro dia de seminário, foi discutido o tema “Lições Aprendidas para a Gestão por Resultados”, por meio de seis mesas de apresentação formadas: PfoR Ceará; Eixo Redução da Pobreza; Eixo Crescimento Econômico; Apresentação dos Produtos do Ipece no âmbito do PfoR; Eixo Gestão Pública e Eixo Sustentabilidade Ambiental.

Em sua fala inicial, o secretário Maia Júnior destacou que, apesar dos notáveis avanços conquistados nos últimos anos, ainda há grandes desafios no Ceará a serem superados. Ele citou o Ceará 2050 como passo fundamental para seguir esse objetivo.

“Nós precisamos apontar uma linha de crescimento. Precisamos crescer muito mais do que estamos crescendo, mas ainda são muitos os desafios. E a inteligência para isso tem sido do Ipece juntamente com a Seplag. O Ipece voltou a pautar a inteligência pública, para ajudar o crescimento econômico com o Ceará 2050, projeto que está em curso com planejamento estratégico pensando o Ceará em todas as dimensões nos próximos 30 anos. O trabalho está praticamente concluído, sendo executado pela Universidade Federal do Ceará. Vamos discutir uma plataforma nova para o desenvolvimento no Estado. Nos próximos anos, vamos aperfeiçoar o nosso planejamento”, explicou o secretário.

Repórter Ceará

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo