Ciro Gomes publica nota de repúdio ao MBL e chama movimento de “facção criminosa”

8 de janeiro de 2019 às 18:30

O ex-ministro, ex-governador do Ceará e terceiro colocado na eleição presidencial de 2018, Ciro Gomes (PDT), publicou nota de repúdio em sua página oficial no Facebook contra os deputados federais Kim Kataguiri e Arthur do Val, ambos do DEM. A reação de Ciro veio após vídeo publicado pelo Movimento Brasil Livre (MBL), onde Kim alega que a onda de ataques criminosos no Estado é uma manobra do governador Camilo Santana (PT) para desgastar o governo de Jair Bolsonaro (PSL).

“Pedi permissão ao Governador Camilo Santana para repudiar, com toda a força, as palavras criminosas de dois irresponsáveis destes tantos que infernizam a vida brasileira: deputados de primeira viagem ligados a esta verdadeira facção criminosa que age na internet: o MBL”, destacou Ciro, se referindo a Kim e do Val, que lideram o Movimento.

Artur do Val, popularmente conhecido como Mamãe Falei, disse “que a resistência petista quer prejudicar o governo [Bolsonaro] custe o que custar, custe sequer vidas humanas lá no Ceará”. Já Kim ressaltou: “Como ele [Camilo] muda tudo do nada como se ele fosse governador novo, de renovação?”, alegando que Camilo teria dado início a onda de violência, de forma proposital, ao mudar seu modelo de gestão que, no caso, foi criar uma Secretaria de Administração Penitenciária para organização dos presídios cearenses.

Na nota, Ciro declarou que Kim e do Val estavam com “ânsia incontida de aparecer” e “foram para a internet anunciar uma pseudo trama em que, pasme a opinião pública brasileira, todo o sofrimento que passamos juntos com nosso povo seria um plano político maquiavélico para apimentar nossa discordância politica com o atual presidente.”

Na ocasião, o pedetista chegou a chamá-los de “canalhas” e pediu que ambos “respeitem o Ceará, respeitem nosso povo, respeitem nosso sofrimento. Vocês verão, politiqueiros imundos, que o Ceará e os cearenses vamos vencer mais esta batalha e aí será também possível avaliarmos a conduta de marginais que entram na politica para fazer o mal, mesmo que a vítima seja toda uma população humilde e trabalhadora.”

Além disso, Ciro elogiou o apoio das forças federais que estão atuando no Estado: “A ação está sendo feita com o importante apoio da força nacional e de outras forças federais. Os cearenses são gratos por este apoio”. E ressaltou que o dever é “restaurar a ordem e paz públicas”: “Não deixaremos diferenças políticas ou partidárias nos tirar do caminho que nosso dever nos impõe.

Confira a nota do pedetista na íntegra:

Repórter Ceará

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Anúncio
Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Mais Lidas
Visite-nos
Tempo