Condenado a mais de 24 anos por roubo é capturado por equipes da Polícia Civil em Quixadá

29 de maio de 2019 às 18:38

Uma investigação conjunta realizada por equipes das delegacias Regionais de Quixadá e Russas resultou na prisão de um homem condenado a mais de 24 anos de prisão por roubo no Ceará. Raimundo Nonato Rodrigues da Silva, 36 anos, conhecido por “Raimundo da Vertente”, é apontado como integrante de um grupo criminoso investigado pela prática de roubos a veículos de empresas de transporte de valores e instituições bancárias. A prisão do homem foi efetivada por policiais civis de Quixadá, na manhã desta quarta-feira, 29, no bairro Baviera, na Área Integrada de Segurança 20 (AIS 20).

Com passagens por roubo, homicídio, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e permitido, sequestro e cárcere privado, “Raimundo da Vertente” foi condenado a cumprir 24 anos, três meses e dois dias de reclusão em regime fechado, sem direito de recorrer em liberdade, pela 2ª Vara da Comarca de Russas. Ele foi preso, na manhã de hoje, em uma residência, e não resistiu à prisão.

O homem foi conduzido para a sede da Delegacia Regional de Quixadá, onde os procedimentos para o cumprimento do mandado de prisão preventiva foram realizados. “Raimundo da Vertente” está à disposição da Justiça para responder pelos crimes dos quais foi condenado.

Condenação

A pena que “Raimundo da Vertente” terá de cumprir é relativa a uma ação criminosa na qual ele foi capturado em uma operação integrada das Polícias Civil e Militar do Ceará, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no ano de 2015, em Russas (AIS 18). Ele e outros quatro comparsas foram presos após uma tentativa frustrada de assalto a um comboio formado por três carros-fortes, que seguiam dos municípios de São João de Jaguaribe e Russas com destino a Fortaleza, via rodovia BR 116.

Na ocasião, além de “Raimundo da Vertente”, também foram capturados Antônio Ricardo Germano de Lima (29), conhecido por “Ricardo da Vila Rica”; Elineudo Oliveira Silva (41), o “Neudo Pipoca”; Paulo Sérgio de Oliveira (31); e Ângelo Marcio Rodrigues (36). Com o grupo, os agentes apreenderam três fuzis modelo AK 47 – dois de origem egípcia e um americano – além de outros dois fuzis de calibre 556, também de origem americana; uma espingarda, tipo socadeira, calibre 28; três pistolas calibre ponto 40; 17 carregadores de fuzil; cinco carregadores de pistola; 473 munições intactas – sendo 196 de calibre 556, 145 de calibre 762, 64 de calibre nove milímetros e 64 de calibre ponto 40; balaclava; pólvora e centenas de estojos de munição deflagradas.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número (88) 3445-1047, da Delegacia Regional de Quixadá, ou para o WhatsApp da unidade policial pelo número (88) 98821-6771. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Repórter Ceará

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Anúncio
Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo