Com forças de segurança dribladas, família oferece R$ 10 mil para quem capturar Zé do Valério

15 de junho de 2019 às 20:24

Prestes a completar dois meses no próximo dia 24 de junho do brutal assassinato da jovem universitária Danielle de Oliveira, em Pedra Branca, o vaqueiro acusado, José Pereira da Costa, o “Zé do Valério”, segue foragido.

Aeronaves, cães farejadores, mutirão de vaqueiros do município acampados no mato e até uma reprodução simulada do rosto baseada em uma tomografia do assassino estão sendo usados para encontrar pistas que levassem à Polícia ao vaqueiro que é considerado um psicopata. Até o momento, todas as iniciativas foram frustradas.

Desde o dia do crime, o homem dribla as forças de segurança e chegou a invadir casas da Região. Recompensas oferecidas pela família chegam a R$ 10 mil para quem conseguir deter o vaqueiro.

A morte de Danielle chamou atenção pelas características de violência e requintes de crueldade. O caso segue a cargo da Delegacia Municipal de Pedra Branca, por meio da titular, delegada Anarda Araújo.

Repórter Ceará

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Anúncio
Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo