Editorial: Alô! Gostaria de fazer uma reclamação contra a Enel

30 de agosto de 2019 às 07:49
4

Ligações e mais ligações têm retratado, nos últimos meses, o descaso da Enel Distribuição Ceará, responsável pelo fornecimento de energia elétrica no Estado, com seus clientes. Em Quixeramobim, no Sertão Central, as reclamações foram feitas através de mídias sociais e até em programas de rádio.

A empresa, que não possui nenhuma competidora no Estado, tem entrado em desfalque na realização de serviços. Um dos relatos mais emblemáticos foi de uma quixeramobinense, moradora da Rua 25 de Março, que possui residência na zona rural de Quixeramobim. Segundo ela, a conta do mês de julho de 2019 chegou a R$ 1.277,00, o que, conforme a mesma, representa uma anormalidade, já que se trata apenas de uma casa, e não de uma fazenda.

A partir disso, outros relatos foram feitos, evidenciando o desrespeito da concessionária com a população, como a ausência do nome do cliente no papel da conta, endereços trocados, constantes quedas no sistema e até transtornos no atendimento realizado no escritório da empresa na cidade. Segundo os clientes, o espaço é pequeno e desconfortável, há poucas cadeiras e um baixo número de atendentes.

Pontuado, também, como um transtorno, foi a não emissão mensal da conta, que teve relatos tanto da zona rural, como da sede urbana do município. Inclusive, os moradores tiveram que ir na sede da empresa para retirar a conta.

Além de tudo isso, é bom lembrar a demora na execução dos serviços, mas a rapidez do corte de energia quando ocorre atraso no pagamento.

De acordo com a própria Enel, seu objetivo é que a energia seja mais confiável e acessível, o que não está sendo cumprido, na prática, segundo os relatos supracitados.

É cogitada, talvez, a possibilidade de as reclamações serem pontuais, ou seja, somente em Quixeramobim, contudo, a distribuidora é responsável pelo fornecimento de energia elétrica nos estados do Rio de Janeiro, Goiás e São Paulo, e, em ranking divulgado neste ano pela Agência Nacional de Energia Elétrica, com base em dados de 2018, a Enel foi considerada a pior companhia do ramo no Brasil, ficando em 30º lugar. O resultado teve como base as reclamações vindas de Goiás.

Em sua defesa quanto ao ranking, a empresa declarou que tem buscado melhorar seus serviços, mas, no Ceará, o caminho seguido é o contrário. Atualmente, a Enel se configura como mais uma das dores de cabeça que os quixeramobinenses devem lidar.

Em descrição institucional, um dos pilares de maior importância ressaltados pela empresa, a qual ela alega ter comprometimento, é a inovação. Então, já que é para inovar, que se inove, também, no atendimento, na realização dos serviços e no respeito ao cliente, que paga suas contas para ter um serviço de qualidade, não papéis trocados, com saltos de valores que ultrapassam a casa dos 100% de um mês para o outro. Isso, conforme os relatos.

“Coelce, Natália, boa tarde! Por gentileza, com quem eu falo?
Izolda: Minha querida, não tem negócio de “boa tarde”, não! Seguinte é esse…”

Quem sabe se fosse um dos servidores da Enel a atender a Izolda, o serviço melhorasse. Mas, longe da ideia de uma obra humorística como esta, a Enel deve, sim, dar a devida atenção aos seus clientes. O brasileiro está cansado de não ter um serviço decente, sendo que paga por ele. Quem sabe, assim, com a manutenção de suas ações, para melhor, a concessionária realmente se torne uma das maiores empresas do setor elétrico privado do Brasil, não só em números, mas em elogios da população.

Editorial do Repórter Ceará

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
4 Comentários
  1. eu moro em uma casa financiada pela caixa a rua toda não tem energia eu ja coloquei na justiça e nunca deu em nada todas as casa a energia vem de otra rua agente tem de dividir com otros moradador aconta da luz da rua onde tem energia é vem muito alto o valor devido a distancia o meu cabo eu tive de compra 170 metro isso gera aquecimento e posteriormente um almento na conta

  2. Ailson Gurgel Fernandes disse:

    O helicóptero a disposição da enel PT YTF
    Fez um verdadeiro show de irresponsabilidade voando a baixa altura sobre fazenda e gado provocando estouro e demolição na fazenda no dia 11 de agosto deste ano. Ainda aguardo retorno

  3. Rogeria silva disse:

    Minha conta também está vindo um absurdo e nem intendo pq!

  4. Mary Moura disse:

    Aqui na praça entre o Benfica e Jardim América, muitas lâmpadas apagadas, escuridão total. Reclamamos pra ENEL e não tem uma resposta

Os comentários estão fechados
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo