Conheça a história de Anderson da Silva, o jovem árbitro banabuiense que recebeu o Escudo CBF

31 de outubro de 2019 às 12:05
2

A família do banabuiense Anderson da Silva Rodrigues, de 22 anos, comemora a trajetória de sucesso que o jovem traça para o seu futuro. Em solenidade realizada na noite da última quarta-feira, 23, no auditório da Federação Cearense de Futebol – FCF, o profissional recebeu o Escudo da Confederação Brasileira de Futebol e integra agora, o quadro nacional de arbitragem da CBF.

Bastante emocionado, Anderson foi o primeiro árbitro assistente a receber o Escudo da maior entidade de futebol brasileiro.

Em entrevista, ele lembra como tudo começou. “Sai de casa para a capital, aos 14 anos, com o sonho de ser jogador de futebol profissional. Distante de casa, eu me sentia com o coração partido, pois eu era a companhia dos meus pais, que residem na localidade de Governo I”, ressaltou.

Com o sonho frustrado no início da trajetória, o jovem árbitro permaneceu em Fortaleza e prosseguiu os estudos, onde concluiu o ensino médio. Já de maioridade, é quando surge a ideia do curso de arbitragem da Federação. Aos 18 anos, chegou ao quadro da FCF e estréia no profissional. Passados quatro anos, Anderson alcançou o Quadro Nacional de Arbitragem da CBF. Sem esconder suas origens, ele reconheceu ter sido um crescimento muito rápido na sua vida.

“Eu não esperava esse crescimento tão rápido, a caminhada não é fácil, mas hoje o sentimento é de dever cumprido. Onde eu chego tenho o prazer de dizer que sou de Banabuiú, e é sempre uma alegria voltar à minha terra onde estão os meus familiares e amigos”.

Anderson é hoje, o árbitro assistente mais novo do quadro nacional da CBF, fato inédito para o Estado do Ceará. “O futebol tem vários segmentos, e o recado para quem tem algum sonho, assim como eu, é que siga aquilo que deseja dentro da área. O curso de arbitragem é muito bom e a gente conquista muita coisa, experiência e grandes oportunidades”, revelou.

Indagado sobre seus sonhos, o jovem afirmou querer chegar aos quadros de arbitragem da Federação Internacional de Futebol (FIFA). “Sou muito novo, e pretendo me dedicar e aprimorar meus conhecimentos pra isso. Hoje, você querendo, pode chegar a qualquer lugar”, disse o profissional.

Repórter Ceará

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
2 Comentários
  1. Nonata Silva disse:

    Cada dia eu acredito que tudo da certo. Quando vc não desisti dos sonhos. Feliz por você meu jovem. Va em frente. Muitas conquistas virar

  2. Olavo Sales disse:

    Fui árbitro de futebol e sempre gostei de atuar como árbitro e quarto árbitro, mas como auxiliar não gostava, pois atuar como auxiliar, sempre achava difícil.
    Parabéns garoto pelo escudo. Se você o recebeu é porque você merece.
    Fui de uma época de grandes árbitros quão Leandro Serpa, Joaquim Gregório, Vila Nova, Dacildo Mourão, Marcos Brasil, Emanuel Gurgel, Nunes Sales, Hilton Alcântara, César Augusto, Fernando Antônio, Mário Léo, Manoel Aguiar e tantos outros.
    Boa sorte garoto. Estude e trabalhe que Deus lhe abençoa sempre!

Deixe uma Resposta

Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo