Suspeitos de fraudar benefícios do INSS em estados no Nordeste são presos no Ceará

14 de novembro de 2019 às 22:14

Três pessoas foram presas, entre elas um idoso, suspeitas de associação criminosa e uso de documento falso durante uma fiscalização, na noite desta quarta-feira, 13, na BR-116, em Chorozinho, na Grande Fortaleza.

O trio, segundo investigações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), é suspeito de integrar uma quadrilha que fraudava benefícios do INSS em vários estados do Nordeste, se preparava para tentar realizar saques de benefícios previdenciários em uma agência bancária de Sobral, na região norte do estado.

Segundo a PRF, o trio foi abordado por volta das 22h40, no km 70 da rodovia. Eles estavam em um carro com placas da cidade de Rio Largo, estado de Alagoas. Os homens saíram de Sergipe e já tinham tentado aplicar a fraude na cidade de Amarantes do Piauí. Durante a abordagem, o condutor do carro mostrou nervosismo e levantou a suspeita dos policiais. Ao ser revistado, foi encontrada um identidade falsa escondida dentro da cueca dele.

O idoso mostrou um documento falso e, ao ser interrogado sobre os dados cadastrados na cédula de identidade apresentada, não soube confirmar as informações. Os agentes perceberam que ele tentava olhar para uma anotação escrita na calça que vestia, como forma de lembrete.

Diante da situação, os policiais federais fizeram uma busca no veículo e encontraram vários cartões, um CPF, além de diversos comprovantes bancários de saques de contas do INSS, transferências e depósitos bancários, todos em nomes de terceiros.

Pai preso

As investigações da PRF revelaram que o pai do motorista já havia sido preso pela Polícia Federal na cidade de Caruaru em outubro deste ano, quando estava na companhia de uma idosa, 68 anos de idade, portadora de um RG falso, tentando regularizar um CPF junto à Receita Federal. Os suspeitos integravam uma quadrilha que vem fraudando o INSS em vários estados do Nordeste, dentre eles Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.

Todos foram levados para a sede da Polícia Federal em Fortaleza, onde foram autuados por uso de documento falso e associação criminosa.

Repórter Ceará com informações do G1-CE (Foto: Divulgação/PRF)

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo