Editorial: A primeira pesquisa eleitoral de Quixeramobim em 2020

19 de fevereiro de 2020 às 22:03
1

Em mais um ano de eleições, o município de Quixeramobim, no Sertão Central, se destaca por possuir inúmeros candidatos com o objetivo de alcançar o Paço Municipal e a imprevisibilidade de criação de um terceiro grupo político fora do atual eixo dos que estão no poder e da oposição. Diante disso, surgiu a primeira pesquisa eleitoral de 2020, tão ampla quanto o próprio significado da palavra.

O questionário que, se feito em uma velocidade razoável de fala, dura cerca de 10 minutos, continha nomes do município e dos cenários estadual nacional, além de questões para avaliar a gestão municipal, sob comando de Clébio Pavone, suas deficiências, acertos e uma classificação que varia de ‘Ruim’ a ‘Ótimo’.

Após avaliar os passos do Executivo Municipal desde 2017, entram as perguntas envolvendo os pré-candidatos, e é nesse momento que Cirilo Pimenta, Tarso Borges, Neto Nogueira, Pedro Coelho, José Maria Pimenta, Edmilson Júnior, Marcos Rogério, Célio Neto e Clébio aparecem divididos em vários cenários. No questionário foram abordados os apoios dos irmãos Ferreira Gomes, do presidente Jair Bolsonaro, do ex-presidente Lula, do governador Camilo Santana e do médico Rômulo Coelho. O ex-prefeito Edmilson também foi colocado na lista de apoios.

No meio da pesquisa, uma única pergunta foi direcionada para o Legislativo Municipal: “Em quem você votaria para o cargo de vereador?”. Considerando o regime político do Brasil, onde os parlamentares representam a sociedade e fazem o elo do povo com o Executivo, colocar somente uma questão tratando do assunto e, ainda mais, aleatória, sem citar os nomes tradicionais, como François Saldanha, Claudinha Borges, Cristina Pimenta e Everardo Júnior, é esquecer de valorizar a Câmara e o trabalho dos legisladores.

No entanto, apesar desse detalhe, a pesquisa se mostrou eficiente ao que se propôs, trazendo a maior variedade de nomes possíveis, quando nem os próprios quixeramobinenses têm ideia de quais serão os verdadeiros candidatos. A certeza, até o momento, é que Clébio tentará reeleição; O PDT quer o comando do Coração do Ceará; Rômulo não entrará no pleito como candidato, mas atuará nos bastidores, e os munícipes verão o primeiro embate dos irmãos Pimenta.

A pesquisa, quando divulgada, mostrará como o trabalho de quatro anos da Gestão Pavone interfere em sua porcentagem de reeleição, o quanto o cenário nacional alcança o município, como está a situação dos demais pré-candidatos, a influência do governador do Ceará em Quixeramobim e quais deverão ser os preferidos para a Câmara.

Até o momento, Quixeramobim vive uma incógnita. Mesmo com a pesquisa, as dúvidas ainda irão pairar. No final, tudo será acertado do dia para a noite. Onde? Os bastidores decidirão.

Editorial do Repórter Ceará

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
1 Comentário
  1. Eu e meio mundo de gente queremos que seja mostrada essa pesquisa,então se ñ é pra mostrar eu digo pq vcs fizeram hemmmmmm

Os comentários estão fechados
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo