Aos 52 anos, morre o escritor cearense Arievaldo Vianna

30 de maio de 2020 às 15:40

Neste sábado, 30, faleceu Arievaldo Vianna, aos 52 anos. Uma das principais figuras do cenário literário cearense, Arievaldo era poeta, cordelista, escritor, radialista, ilustrador e xilogravador.

Natural de Quixeramobim, o poeta tinha fortes ligações com o município de Canindé, onde será sepultado no cemitério São Miguel, segundo informações de familiares. Ele faleceu em decorrência de infecção bacteriana.

Sua partida gerou manifestações de diversos profissionais da comunicação e do meio literário. Confira algumas:

“Devo muito de tudo o que aprendi sobre a cearensidade a Arievaldo Vianna e a sua boa luz que se apaga para brilhar noutros pagos, veredas, estradas e sertões. Até um dia meu amigo…”
– CLÁUDIO TERAN, jornalista

“Não consigo escrever muita coisa, estou sentido e choroso. Arievaldo foi um dos maiores artistas brasileiros de qualquer tempo.”
– BRUNO PAULINO, escritor e professor quixeramobinense

“Nós que fazemos o movimento de poetas e cordelistas do Ceará e do Brasil estamos de luto pela perda desse grande irmão, Arievaldo Vianna, um dos maiores pesquisadores da história da literatura de cordel do Ceará.”
– PAULO DE TARSO,  poeta e radialista

“Perdemos não só um grande poeta e difusor da literatura de cordel nos ambientes culturais, mas, principalmente nas escolas, promovendo nos mais diversos rincões do Brasil a promoção da leitura através da literatura de cordel. Perdemos um amigo. Arievaldo se encantou. Celebremos sua obra poética e sua memória.”
– FABIANO PIÚBA, secretário da Cultura do Ceará

Em seus escritos, o poeta trazia as marcas da política, a luta do povo e tecia críticas. Foi o criador do Projeto Cordel na Sala de Aula, em 2000, adotado em diversas unidades escolares do Brasil, conforme nota divulgada pela Secretaria da Cultura do Estado.

Além disso, era membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel: “Arievaldo deixa um legado importante na cultura e educação e em cada um que teve a alegria de conviver com ele”, destaca a nota da pasta.

O poeta integrou o quadro de colaboradores do portal SerTão Para Ser Do Ceará, do Sistema Maior de Comunicação. Ainda hoje, a SerTão TV, como forma de homenagem ao escritor, juntamente com a TV Assembleia, exibirá o documentário “Heranças Preciosas”, que vai ao ar às 20h05, no canal 180 da Brisanet.

Arievaldo deixa a esposa, Juliana Araújo, e os filhos Daniel, Mariana, Yuri e João Miguel.

O Repórter Ceará se solidariza com os familiares, amigos e conhecidos deste cearense que tem sua marca registrada na historia do Estado.

Foto: Arquivo Pessoal

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo