Presidente José Sarto anuncia sessão presencial para 23 de julho

16 de julho de 2020 às 16:07

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto (PDT), informou, durante a abertura da sessão virtual realizada via Sistema de Deliberação Remoto (SDR) da AL nesta quinta-feira, 16, que, no próximo dia 23 de julho, acontece a primeira sessão legislativa presencial no Plenário 13 de Maio, após o período de isolamento social.

Sarto afirmou que a AL está preparada para o retorno gradual às atividades presenciais. Ele explicou que a Casa passa por um segundo processo de sanitização (esterilização) e que funcionários terceirizados, servidores, imprensa, assessores e parlamentares que retornarão presencialmente deverão fazer o teste biológico (PCR) nesta sexta-feira, 17, sábado, 18, e próxima segunda-feira, 20.

De acordo com o presidente, mais de 1.100 servidores da Casa realizaram o teste rápido nas últimas semanas. “Além disso, foram adquiridos totens de higienização e outros equipamentos de proteção pessoal, como máscaras, que serão distribuídas de forma reduzida àqueles que precisarem ter acesso às instalações do Parlamento”, pontuou.

Sobre as atividades em plenário, ele informou que os profissionais que precisam atuar nesse ambiente serão escolhidos e credenciados por seus respectivos setores e chefias, pois o acesso será restrito. “Apenas os parlamentares que testaram negativo em todos os testes participarão de forma presencial, com apenas um assessor, que será devidamente credenciado. Da mesma forma, serão escolhidos e credenciados os profissionais de setores que atuam no plenário, como taquigrafia, Departamento Legislativo e Comunicação Social da Casa, que poderão ter acesso ao local”, adiantou.

Além disso, a Assembleia Legislativa está em contato com os veículos de comunicação externos, que costumam cobrir as sessões, para que indiquem apenas um profissional, para que sejam disponibilizados testes e credenciais para o acesso ao plenário, sendo esses profissionais submetidos também às mesmas medidas de segurança que os demais, como os testes biológicos.

A sessão, conforme observou, adotará um modelo “híbrido”. Como há parlamentares que pertencem a grupos de risco e alguns que até foram atestados com Covid-19, muitos deverão participar da sessão de forma remota. Para isso, os profissionais do Setor de Informática e Comunicação da Casa adaptaram o método de transmissões on-line, para que possa haver interação durante os debates da sessão. “Esses deputados participarão da sessão de suas casas ou de seus gabinetes, se assim preferirem, e poderão se pronunciar e apartear, sendo essa dinâmica interativa controlada pela Mesa Diretora”, esclareceu.

O presidente anunciou também que o espaço que fica na lateral direita do plenário, que regularmente abriga os estudantes que participam do projeto O Parlamento e sua História, será convertido em um ambiente direcionado para os profissionais de imprensa, que se somará à Sala de Imprensa, à esquerda. Haverá ainda um local exclusivo para a realização de entrevistas, seguindo as orientações de distanciamento.

Além disso, durante a sessão, as duas tribunas serão utilizadas pelos deputados presentes de forma alternada e haverá a higienização de cada uma após cada pronunciamento.

José Sarto acrescentou que essas medidas foram tomadas a partir de reuniões com o Comitê Consultivo Estadual que trata do Plano de Retomada das Atividades Presenciais e com profissionais e especialistas da área da saúde do Estado. Ele lembrou que, a partir do dia 20 de julho, quando começa a quarta fase do Plano de Flexibilização de Isolamento Social em Fortaleza, somente escolas, ambientes voltados para eventos (shows, teatro, cinema), feiras e academias não reabrirão.

“No entanto, os serviços públicos serão retomados. A AL disponibiliza inúmeros serviços cujo contato com o público se faz necessário, então estamos adaptando, reordenando todas as nossas atividades no sentido de atender as recomendações sanitárias”, observou. Ele alertou que os profissionais que voltarem ao serviço presencial deverão preencher um formulário com seus dados, que serão encaminhados aos órgãos de vigilância sanitária para registro.

“Sabemos que há uma redução na quantidade de mortes e até no contágio pela Covid-19 em Fortaleza, mas devemos ter em mente que a pandemia ainda não passou e todo cuidado continua sendo necessário, o que reforça a necessidade de esse retorno à atividade presencial acontecer de forma gradual”, frisou.

Repórter Ceará 

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo