Um início com o pé esquerdo: Derrotas de Ceará e Fortaleza são motivos de preocupação?

Claudenice Ramalho • Colunista do Repórter Ceará
10 de agosto de 2020 às 10:09

Fortaleza e Ceará não estrearam da maneira que esperavam. Ambos amargaram a primeira derrota no primeiro jogo do Brasileirão. Mas isso é motivo de preocupação?

Não. É motivo de cuidado. De atenção. Todo início pode ser complicado e com futebol não é diferente.

O Fortaleza precisa voltar a encontrar seu bom futebol. Rogério Ceni desde o último clássico-rei é visto reclamando da arbitragem, cabisbaixo e não consegue, de seus comandados, o cumprimento do que ele pede. O jogo de estreia contra o Atlético PR em casa decepcionaria a torcida se ela estivesse na arquibancada. A expulsão infantil de Quintero foi a cereja do bolo que com certeza foi indigesto.

O alerta foi ligado, é preciso o Tricolor entrar em campo com novo postura, com garra, vontade de jogar. Foi apenas o primeiro jogo, ainda tem várias rodadas pela frente, não está tudo errado, porém, é preciso acertar algumas coisas. No próximo jogo, Ceni reencontra o time do São Paulo e se a lei do ex funcionar com técnicos também, a vitória será bem vinda para dar um gás ao Leão para continuação do campeonato.

Já o Ceará ao que parece, entrou de ressaca pela conquista e comemoração da Copa do Nordeste. Um time quase irreconhecível em relação aos jogos anteriores. Isso fica muito claro ao levar 3 gols em apenas 45 minutos. Logo o Alvinegro, que tem como principal característica a potência na defesa. Mas verdade seja dita ela andou longe de funcionar. Não só ela, o time ofensivamente também não foi bem, embora tenha conseguido fazer dois gols.

A lacuna deixada por Vina, que se encontra machucado, ficou evidente e Sóbis está precisando reencontrar o bom futebol de antes da paralisação. Há quem diga, que o Ceará tenha entrado para enfrentar o Sport, de salto alto, mas dentro de campo são 11 contra 11 e todo o resto é história. O cansaço da maratona de jogos e comemoração pesou e era de se esperar um confronto abaixo por parte do Ceará, mas a derrota deixou a torcida de orelha em pé. Mas calma, a equipe e o técnico Guto Ferreira já mostraram do que são capazes, e nos próximos jogos provavelmente veremos o time que estávamos acostumados a assistir. E contra o Grêmio em casa, embora seja um confronto difícil, o Vovô pode sair com um resultado melhor que o de estreia.

Claudenice Ramalho
Secretária Executiva da Fundação Canudos e administradora pública

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo