Velhas práticas políticas escondidas sob a máscara da (pseudo) revolução

Maslowa Pinheiro Rodrigues • Colunista do Repórter Ceará
18 de setembro de 2020 às 12:03 2

A política faz parte da vida do ser humano desde o primeiro ensaio de sua civilização. Vivemos política, somos seres políticos.

É bem verdade que muita gente, para evitar qualquer tipo de aborrecimento e desgaste, prefere simplesmente dizer que não gosta de política, ou pior: que política não se discute.

Claro que se discute!

É fundamental que haja essa discussão! Não para gerar brigas, lógico, mas para que possamos tentar ampliar nosso conhecimento, aprendendo por outras perspectivas, como forma de melhorar a nossa escolha nas urnas.

Ultimamente, ouço muito falar em “Nova Política”, denominação utilizada, principalmente, pelos mais jovens, que fazem questão de deixar claro que não aguentam mais as velhas práticas baseadas no famigerado clientelismo e os “acordões” que buscam satisfazer interesses próprios em detrimento dos interesses públicos, práticas velhas que são totalmente rechaçadas.

É comum vermos textos nas redes sociais, posicionamentos progressistas e aquele sentimento de coragem para fazer diferente.

Acho tudo isso ótimo! Sei que as pessoas – e destaco a juventude – estão realmente cansadas da forma que a política vem sendo tratada há tanto tempo. Também, pudera, não são poucos os escândalos políticos presentes em nosso dia a dia!

O problema acontece quando esse espírito revolucionário, progressista, anticlientelista, só existe nas redes sociais.

Sim, é triste, mas acontece o seguinte: alguns se colocam como contrários à prática de fazer da política meio de se obter benefícios próprios, mas só até ter essa oportunidade, quando não pensam duas vezes em abrir mão de todo aquele discurso bonito de rede social; quando são seguidos por toda a turma que, virtualmente, se mostrava também indignada, revoltada com aqueles que praticavam o que hoje eles mesmos praticam, mas não querem que ninguém saiba.

Sim, nos bastidores, os jovens e os mais experientes, (pseudo) revolucionários, também entram no jogo velho, tentando enganar os outros – e, quem sabe, a si mesmos-, tentando acreditar que, afinal, não há nada errado.

George Orwell explica no livro ‘1984’ – diga-se, um dos meus livros favoritos -, que muitos daqueles que se apresentam como jovens revolucionários, como defensores da justiça social, do progresso e da igualdade, rapidamente mudam de ideia quando têm em suas mãos algum tipo de Poder: procura-se “… o poder por amor ao poder. (…) Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar uma revolução; faz-se a revolução para estabelecer a ditadura.”

As Eleições estão aí: prestemos atenção, pois, em quem, de fato, age de acordo com aquilo que fala, em quem é reconhecido por boas práticas, em quem está “limpo”, politicamente falando; e prestemos atenção naqueles que dizem defender novas práticas políticas, mas que por detrás dos panos, fazem justamente o contrário, se aliando, muitas vezes, com aqueles que já não gozam de tanta confiança do povo.

É preciso ter muita coragem para defender aquilo que realmente se acredita, e é com esses que devemos nos unir, para fazer uma nova história na Política, afinal, estamos cansados de velhos discursos, de velhas mentiras que tentam empurrar como sendo uma nova esperança.

Precisamos ficar atentos, de olhos bem abertos, pois tem muita gente por aí enganando muita gente!

Foto: Vincent Bosson

Confira mais artigos da coluna de Maslowa Pinheiro clicando AQUI.

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
2 Comentários
  1. Francisca Valdira Alves dos Santos disse:

    Com certeza uma política cansada de favorecer apenas a quem faz parte de sua panela.

  2. Marcel disse:

    Artigo excelente. Temos vívido tempos de pseudos revolucionário, pseudos políticos e pseudos heróis. E necessário dircernimento para que a nas próximas eleições não se cometa os erros de sempre

Os comentários estão fechados
Enquete

Considerando o cenário de pandemia na sua cidade, você se sente seguro em sair para votar no dia 15 de novembro?

View Results

Loading ... Loading ...
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo