A devoção que originou um lugar: 265 anos da Paróquia de Santo Antônio

Terezinha Oliveira • Colunista do Repórter Ceará
14 de novembro de 2020 às 18:00 1

O Catolicismo foi fator fundamental na origem do nosso Município. Na Terra do místico Antônio Conselheiro o mérito de fundador da Cidade é do português Antônio Dias Ferreira. Ele comprou muitas terras, além daquelas que recebera da Coroa portuguesa e instalou sua propriedade a “Fazenda Santo Antônio do Boqueirão”. Ao mandar erigir uma capela em louvor a Santo Antônio, atraiu muitos moradores, dando início a colonização destas terras do Sertão Central cearense. Desse modo, é certo ressaltar a influência de dois Antônios de Lisboa e uma Capela para formar nosso Lugar, pois foi no seu entorno que se assentaram as primeiras famílias da futura Vila de Campo Maior de Quixeramobim, embrião da atual Sede Municipal.

Mais tarde a capela é substituída pela Igreja concluída em 1755, que veio a ser a Matriz de Santo Antônio, principal templo do Município. Em 15 de Novembro de 1755 foi criada a Freguesia de Santo Antônio. O primeiro Pároco foi o Pe. João Paes Maciel de Carvalho. Nossa Paróquia é a quinta mais antiga do Ceará e foi instituída bem antes da instalação do Município que se deu em 13 de junho de 1789. Vale registrar que Quixeramobim foi sede da Igreja Católica cearense até 1854.

A Matriz foi reformada em 1886 e 1915, quando teve mais uma torre acrescida, alteração essa lamentada pelo poeta pernambucano Manoel Bandeira em sua crônica “Saudades de Quixeramobim”, pois para o ilustre locatário do casarão (atual Casa Paroquial), a fachada anterior era mais bela. Seus primeiros sinos fundidos por ferreiros foram trazidos de Portugal, assim como a imagem do Padroeiro. O majestoso Templo teve suas colunas revestidas por ladrilhos de cerâmica; seu lindo piso de mosaicos foi substituído por um tipo moderno, em iniciativas que não consideraram o potencial histórico que estava sendo subtraído. Para quem duvida da importância da preservação da memória arquitetônica sugiro que visite Salvador-BA, as cidades históricas de Minas, mas podem ir bem ali ao Icó e Aracati.

Por ocasião do bicentenário da Paróquia o saudoso Antônio da Mariáguida liderou a instalação de um Cruzeiro no topo do Serrote do Boqueirão, onde depois foi construída a Capela, também por iniciativa de um grupo de católicos que hoje vêem com tristeza a depredação daquele templo pelos vândalos que frequentam o serrote.

Hoje o Município tem outras duas paróquias: São Francisco e São Miguel, mas Santo Antônio não deixará de ser o “padrinho” de todos quixeramobinenses, da mesma forma que São José é o padroeiro do Ceará.

Foto: Tarcísio Filho

Para conferir mais artigos na coluna de Terezinha Oliveira, clique AQUI.

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
1 Comentário
  1. Socorrinhaalexandre disse:

    Nenelandia _ Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, é paróquia. O município gou dividido em 4. Santo Antônio, considerada paróquia mãe.

Os comentários estão fechados
Anúncio
Entendendo A Notícia
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Enquete
Sorry, there are no polls available at the moment.
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo