Governo do Ceará amplia Cartão Mais Infância e 70 mil famílias serão beneficiadas

6 de janeiro de 2021 às 09:30 0

O governador Camilo Santana anunciou, nessa terça-feira, 5, a ampliação do número de famílias beneficiadas pelo Cartão Mais Infância Ceará. A partir de agora, aproximadamente 70 mil mães com filhos na primeira infância serão contempladas com o benefício, o que representa investimento superior a R$ 74 milhões por ano. Uma ampliação de 45% em relação às 48 mil famílias atendidas em 2020. O anúncio aconteceu durante a solenidade virtual de sanção da nova lei do Programa Mais Infância Ceará, que atualiza e consolida a iniciativa como política pública de Estado. A vice-governadora Izolda Cela, a primeira-dama Onélia Santana, e a secretária Socorro França (SPS), também participaram da cerimônia.

“A partir deste mês de janeiro, estamos aumentando o número de famílias beneficiadas com o Cartão Mais Infância, política importante para os que mais necessitam. Já autorizei à secretária (Socorro França) o pagamento da transferência de renda, no valor de R$ 85 mensal, garantindo o benefício às mães cearenses, principalmente as mais vulneráveis”, destacou Camilo.

Para a primeira-dama e idealizadora da iniciativa, Onélia Santana, a sensibilidade de fazer mais pela infância possibilita que mais cearenses sejam contemplados com as ações do programa. “Nós que visitamos as famílias do Padin e do Criança Feliz sabemos o quanto essas famílias realmente precisam de recursos financeiros. São mães que lidam no dia a dia com as necessidades das crianças e, muitas vezes, sobrevivem somente do Bolsa Família”, enfatizou.

O Cartão Mais Infância é destinado para núcleos familiares cearenses com crianças de 0 a 5 anos e 11 meses que se enquadrem na situação de alta vulnerabilidade social: residentes de zona rural, em propriedades sem banheiro ou sanitário, de estrutura inapropriada (taipa, palha, madeira aproveitada ou outro material), além de residências urbanas sem água canalizada em, pelo menos, um cômodo. Para conceder o benefício, a família deve está escrita no Cadastro Único Para Programas Sociais (CadÚnico). As famílias cearenses em situação de extrema pobreza são contempladas com a transferência de renda mensal, no valor de R$ 85, do Governo do Ceará.

Repórter Ceará

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Deixe uma Resposta

Enquete

Você está preparado (a) para a vacinação contra a Covid-19?

View Results

Loading ... Loading ...
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo