Projeto prorroga até abril pagamento do auxílio emergencial, com valor de R$ 600

22 de janeiro de 2021 às 12:09 2

O Projeto de Lei 5650/20 prorroga o pagamento do auxílio emergencial como medida de enfrentamento à pandemia de Covid-19, com valor de R$ 600, até abril deste ano. O auxílio foi criado pela Lei 13.982/20 para atender pessoas em situação de vulnerabilidade social durante a emergência de saúde pública provocada pela doença. O projeto tramita na Câmara dos Deputados.

Pago desde abril de 2020, sendo as cinco primeiras parcelas de R$ 600 e as quatro últimas de R$ 300, o auxílio emergencial acabou extinto em 31 de dezembro do ano passado, juntamente com o fim da vigência do decreto 6/20, que reconheceu a situação de emergência de saúde no País.

Autor do projeto, o deputado Chiquinho Brazão (Avante-RJ) avalia que as vantagens sociais e econômicas trazidas pelo auxílio emergencial devem ser mantidas. “Ainda que de forma temporária, o benefício contribuiu para reduzir o índice de pobreza da população e para manter a atividade econômica”, diz Brazão.

“Caso o auxílio não tivesse sido oferecido desde abril de 2020, o índice de pobreza teria saltado para 36% durante a pandemia. Além da queda de renda da população, o fim do benefício vai afetar a arrecadação de estados e municípios e os pequenos comércios locais”, acrescentou.

STF

Uma liminar concedida pelo ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), em 30 de dezembro de 2020, garantiu a prorrogação das medidas sanitárias de enfrentamento à pandemia, mas não prorrogou o decreto que reconheceu o estado de calamidade pública nem o pagamento do auxílio-emergencial.

Na prática, com o fim do estado de calamidade, o governo volta a ficar submetido às imposições da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), sendo obrigado a cumprir metas de execução do orçamento e limites de endividamento e de gastos com pessoal, o que reduz sensivelmente os recursos disponíveis para financiar políticas de assistência social e ações emergenciais na saúde e no setor produtivo.

Repórter Ceará – Agência Câmara de Notícias

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
2 Comentários
  1. Aristides Donizete Foguel disse:

    Pois é sem oemprego e sem auxílio vai ficar muito difícil sobreviver nessa merda dê Cidade que não surge emprego principalmente para os idosos com mais dê cincoenta anos deveria analisa primeiro auxílio só para os idosos nessecitados ô governo federal e seus corjas deveria passar pêlo menos 2meses com 600.00reais assim sentiria na pele ô que nos estamos passando

  2. Antonia Sousa disse:

    Seria muito bom se voltasse o auxílio pois ia nos ajudar bastante até mesmo pq não temos renda nenhuma somos agricultores e trabalho é muito pouco na roça então é uma ajuda e tanto

Os comentários estão fechados
Enquete

Você é a favor que o Governo do Estado decrete lockdown no Ceará?

View Results

Loading ... Loading ...
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo