Jornalista e escritor Lira Neto explica pedido de desligamento do livro sobre a Covid-19 no Ceará

10 de fevereiro de 2021 às 17:58 0

O jornalista e escritor Lira Neto, em nota divulgada na tarde desta quarta-feira, 10, publicada por meio de suas redes sociais, explicou os motivos que o levaram a pedir ao Governo do Ceará e à empresa Soter Design, o seu desligamento pessoal e profissional do projeto do livro sobre a Covid-19 no Estado.

Lira afirmou que ao receber o convite para assumir a autoria do trabalho, aceitou o encargo com entusiasmo e consciente da responsabilidade social que a tarefa envolvia.

Confira a nota publicada pelo profissional:

NOTA À IMPRENSA E À SOCIEDADE

A ideia de escrever e publicar um livro-reportagem sobre o enfrentamento à Covid-19 no Ceará partiu do pressuposto de que se faz necessário documentar, em perspectiva histórica, o drama enfrentado nos últimos meses pelo conjunto da sociedade, de forma dolorosamente trágica, a partir dos relatos e experiências vividas por gestores, profissionais de saúde, pacientes e familiares das milhares de vítimas afetadas pela epidemia. Quando fui convidado a assumir a autoria do trabalho, aceitei o encargo com entusiasmo e consciente da responsabilidade social que a tarefa envolvia. Afinal, perdi amigos queridos e tive familiares muito próximos internados pelos efeitos da doença. Contudo, diante de interpretações e ilações as mais diversas, publicadas na imprensa e repercutidas por canais de divulgação online — algumas delas levianas, que buscaram atingir-me o nome e a reputação —, decidi solicitar ao Governo do Estado do Ceará e à empresa Soter Designer o meu afastamento pessoal e profissional do projeto. Esclareço que meu trabalho e o de minha equipe de repórteres e pesquisadores — que consistia na pesquisa e redação do texto — representaria cerca de 30% do valor orçado e celebrado em contrato entre o governo e a empresa acima mencionada, correspondendo o custo dos demais 70% a outros itens da produção gráfica e editorial do livro, sobre os quais eu não teria nenhum poder de decisão, ingerência ou responsabilidade, por estarem fora da alçada de minhas funções e competências como jornalista e escritor. Por fim, reafirmo que, após décadas de profissão na imprensa e no mercado editorial, meu nome é o único patrimônio de que disponho.

Lira Neto
10 de fevereiro de 2021

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Deixe uma Resposta

Enquete

Você é a favor que o Governo do Estado decrete lockdown no Ceará?

View Results

Loading ... Loading ...
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo