1 Minuto com Sérgio Machado: Iluminação pública é um serviço pago, não um favor

Sérgio Machado • Colunista do Repórter Ceará
2 de julho de 2021 às 19:34

Você tem reclamação sobre a iluminação pública de Quixeramobim? Alguns munícipes, não. Mas, em sua maioria, os quixeramobinenses têm algo a reclamar sobre o serviço de iluminação da cidade. Isso, porque, quando o problema ocorre e alguma lâmpada queima, o tempo até que seja trocada é longo.

Iluminação pública não é um favor. É um serviço pago, e bem caro pelo pouco que é oferecido, afinal, os postes não estão equipados com o que há de mais moderno no mercado, que, por sua vez, se torna mais econômico no bolso, a longo prazo.

Ofertar um serviço de qualidade é o mínimo que qualquer gestão pode fazer quando recebe, mensalmente, altos valores pela taxa de iluminação pública da cidade. Além disso, prestar conta desse dinheiro seria mais que essencial, visto que a população gosta/deve saber onde as notas que saem do seu bolso são aplicadas e em que são utilizadas. Transparência é o termo correto.

A agilidade, também, deve se tornar prioridade. Na cidade e no interior, a ladainha é a mesma: uma lâmpada de um poste queima e se passam dias, semanas e até meses sem ser efetuada a troca, o que caracteriza a falta de atenção com os cidadãos.

Sonho com um dia em que o mínimo, com qualidade, seja realizado diariamente pelos que estão no poder e pelas distribuidoras. Até lá, o básico é dar atenção às necessidades do público. Dizem que a esperança é uma luz no fim do túnel. Pois bem, se ela apagar, espera-se que seja trocada logo.

Confira mais artigos na coluna de Sérgio Machado AQUI.

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Anúncio
Entendendo A Notícia
Enquete
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo