1 Minuto com Sérgio Machado: Iluminação pública é um serviço pago, não um favor

Sérgio Machado • Colunista do Repórter Ceará
2 de julho de 2021 às 19:34

Você tem reclamação sobre a iluminação pública de Quixeramobim? Alguns munícipes, não. Mas, em sua maioria, os quixeramobinenses têm algo a reclamar sobre o serviço de iluminação da cidade. Isso, porque, quando o problema ocorre e alguma lâmpada queima, o tempo até que seja trocada é longo.

Iluminação pública não é um favor. É um serviço pago, e bem caro pelo pouco que é oferecido, afinal, os postes não estão equipados com o que há de mais moderno no mercado, que, por sua vez, se torna mais econômico no bolso, a longo prazo.

Ofertar um serviço de qualidade é o mínimo que qualquer gestão pode fazer quando recebe, mensalmente, altos valores pela taxa de iluminação pública da cidade. Além disso, prestar conta desse dinheiro seria mais que essencial, visto que a população gosta/deve saber onde as notas que saem do seu bolso são aplicadas e em que são utilizadas. Transparência é o termo correto.

A agilidade, também, deve se tornar prioridade. Na cidade e no interior, a ladainha é a mesma: uma lâmpada de um poste queima e se passam dias, semanas e até meses sem ser efetuada a troca, o que caracteriza a falta de atenção com os cidadãos.

Sonho com um dia em que o mínimo, com qualidade, seja realizado diariamente pelos que estão no poder e pelas distribuidoras. Até lá, o básico é dar atenção às necessidades do público. Dizem que a esperança é uma luz no fim do túnel. Pois bem, se ela apagar, espera-se que seja trocada logo.

Confira mais artigos na coluna de Sérgio Machado AQUI.

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Enquete
Anúncio
Entendendo A Notícia
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo