Ceará já registra mais de 13,5 mil raios nos primeiros 11 dias de 2022

13 de janeiro de 2022 às 18:57 0

O Ceará registrou até o dia 11 de janeiro 13.543 raios neste ano. O dado foi contabilizado pela Enel Distribuição Ceará e divulgado nesta quinta-feira, 13. As descargas elétricas são captadas por meio do Sistema de Monitoramento e Alerta.

Segundo a Enel, Cariri, Sertão de Crateús e Centro-Sul são as macrorregiões mais atingidas neste ano. Em 2021, o sistema contabilizou um total de 97.795 raios no Estado. Uma das ocorrências aconteceu na cidade do Cedro, na madrugada desta quinta-feira e foi gravada por um morador.

Dentre as macrorregiões mais afetadas no Ceará, o Cariri lidera os registros, com um total de 2.979 raios; seguido pelo Sertão de Crateús (2.224) e Centro-Sul (1.894).

Veja os municípios mais atingidos por raios até do dia 11 de janeiro:

  • Crateús – 1.159 raios,
  • Granja – 747 raios,
  • Santana do Cariri – 572 raios,
  • Caririaçu – 548 raios,
  • Miraíma – 350 raios.

O maior número de descargas atmosféricas no Ceará este ano ocorreu no dia 11 de janeiro, contabilizando um total de 5.333 raios, seguido pelo dia 1º (2.706 raios) e pelo dia 5 (1.848 raios).

Em 2021, Granja e Santa Quitéria se mantiveram no ranking e foram os municípios com maior incidência de raios, sendo Granja o 1º lugar (7.461) e Santa Quitéria, o 2º lugar (3.327). Ano passado, o mês de março foi o que teve o maior número de incidências, com o registro de 32.463 descargas atmosféricas.

Cuidados em casa durante tempestade:

  • Evitar o uso do celular, secador de cabelo, ferro elétrico e outros aparelhos conectados à tomada;
  • evitar uso de chuveiro ou torneira elétrica;
  • evitar consertos de instalações elétricas;
  • se possível, permanecer dentro de casa enquanto a tempestade durar.

Cuidados fora de casa durante tempestade:

  • Evitar contato com objetos metálicos, como cercas de arame, tubos metálicos e principalmente linhas telefônicas ou elétricas;
  • evitar estar em locais como campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e locais elevados.

Repórter Ceará com informações do G1-CE (Foto: Deujacir Vieira/Itatira)

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Deixe uma Resposta

O Abrigo precisa de você
Enquete
Anúncio
Entendendo A Notícia
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo