Polícia Federal cumpre mandado contra general da reserva por suspeita de participação nos atos de 8 de janeiro

29 de setembro de 2023 às 09:55

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira, 29, a 18ª fase da Operação Lesa Pátria, com o objetivo de identificar participantes dos fatos ocorridos em 8/1, em Brasília, quando o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal foram invadidos por indivíduos que promoveram violência e dano generalizado contra os imóveis, móveis e objetos daquelas Instituições.

Policiais federais cumprem um mandado de busca e apreensão, expedido pelo Supremo Tribunal Federal, em Brasília, contra um general da reserva, suspeito de ter participado dos atos. Além dessa medida, foi determinado pelo STF o bloqueio de ativos e valores do investigado.

Apura-se que os valores dos danos causados ao patrimônio público no dia 8/1 possam chegar a cifra de R$ 40 milhões.

Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.

As investigações continuam em curso e a Operação Lesa Pátria se torna permanente, com atualizações periódicas acerca do número de mandados judiciais expedidos, pessoas capturadas e foragidas.

Repórter Ceará

Compartilhe:
Os comentários estão fechados
Anúncio
Entendendo A Notícia
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo
Enquete