Prefeitura diminui verba e corta transporte para quadrilhas juninas em Quixeramobim

12 de junho de 2018 às 09:49
1

A Prefeitura Municipal de Quixeramobim diminuiu o apoio financeiro para as quadrilhas juninas do município e cortou o transporte dos grupos para festivais. Atualmente a cidade conta com dois grupos juninos: Sol do Meu Sertão e Arraiá do Conselheiro. A justificativa é a crise financeira.

A situação se agrava devido à falta de uma ação política de editais, por parte da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, para o fomento junino. Por sinal, a Secult municipal está sem secretário há alguns meses após a saída de Ruanna Fernandes. Quem responde pela pasta, de forma interina, é Fernando Ronny, Secretário de Educação.

Com a baixa no apoio, os grupos buscam a autosustentabilidade com realização de rifas, bingos solidários, e campanhas de arrecadação. Mesmo assim o valor arrecadado é insuficiente para cobrir as viagens do grupo. A maior dificuldade enfrentada em 2018 é a falta de transporte intermunicipal para circulação em festivais. Sem poder participar dos eventos, os grupos ficam impossibilitados de mostrarem o trabalho planejado há meses.

A justificativa é a crise e a troca de posto que abastece a frota de ônibus do município. Os integrantes do grupo Sol do Meu Sertão reclamam da falta de diálogo e dificuldade para se conseguir uma audiência com o prefeito municipal, e que as situações de resolução do problema são paliativas, que não apresentam solução definitiva.

A falta de transporte para os grupos quebra uma tradição do Governo Municipal em ceder transporte aos grupos juninos em Quixeramobim. Há pelo menos 10 anos, a frota do município sempre esteve disponível aos grupos culturais, como um forma de incentivar a arte junina e ainda divulgar a cultura popular de Quixeramobim em todo Estado: “Ano passado tinha ônibus e o prefeito era o Clébio. Nossas viagens aconteceram, foi um ano maravilhoso, levamos Quixeramobim para destaque em todo Estado e até mesmo fora dele. É um absurdo o que estão fazendo com a gente. Nós somos estudantes, trabalhadores autônomos e acima de tudo jovens, e só queremos mostrar nossa arte. É pedir muito? É nosso direito, e vamos lutar até o fim por ele”, ressaltou Ederson Alves, presidente do grupo Sol do Meu Sertão.

Na contra mão de Quixeramobim, a Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer (Secjel), possui política específica para apoio aos grupos de quadrilhas juninas daquele município. Este ano, recursos do Fundo Municipal de Cultura contemplaram 12 projetos, sendo 06 para quadrilhas juninas adultas e 06 para quadrilhas juninas infantis.

Repórter Ceará

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
1 Comentário
  1. Soraya Coutinho disse:

    A política de incentivo a cultura no Estado existe…a Secult durante todo o ano lança editais de todas as manifestações culturais e artísticas. A única maneira de se ter recursos para os municípios sem recursos próprios e uma arrecadação forte é participar dos editais do Estado e do Ministério da Cultura. Mas isso requer esforço e pessoas capacitadas para isso. Infelizmente os gestores ainda não perceberam a importância de se ter um profissional deste trabalhando na captação de recursos. Estamos na contramão do desenvolvimento, quando se prefere cortar estes profissionais e manter em seus quadros, cabos eleitorais e promessas políticas. Enquanto não se acabar com esta política, nada vem de graça. Os ministérios só liberam recursos se os projetos forem feitos e protocolados. Acabou o período de levar debaixo do braço e um aperto de mão.

Os comentários estão fechados
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Anúncio
Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
Visite-nos
Tempo