Lula e Bolsonaro serão julgados pelo TSE por antecipação de propaganda eleitoral

Na noite nesta terça-feira, 14, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral deverá julgar processos que envolvem o ex-presidente Lula e o deputado federal Jair Bolsonaro. Ambos são acusado de realizar propaganda eleitoral antecipada.

Os processos são referentes a vídeos divulgados na internet que, quando submetidos a avaliação do Ministério Público Eleitoral (MPE), foram classificados como referentes às candidaturas de ambos os pré-candidatos à Presidência do Brasil.

Os advogados de Lula afirmam que os vídeos não foram produzidos pela equipe do ex-presidente. Bolsonaro diz que não poderá ser responsabilizado pelos curtas, como também, confia no julgamento da Corte.

A Legislação eleitoral permite que propagandas referentes às eleições sejam veiculadas somente a partir do dia 15 de agosto do ano eleitoral. A violação da Lei implica em multa, que varia de R$ 5 mil a R$ 25 mil.

Repórter Ceará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *