Morre o quixeramobinense Flávio Aderaldo

19 de novembro de 2019 às 11:23

Nesta terça-feira, 19, faleceu o fundador e diretor da Editora HUCITEC, Flávio George Aderaldo, aos 77 anos. Filho de Quixeramobim, Flávio morava, atualmente, em São Paulo.

Nascido em 20 de agosto de 1942, o cearense sempre batalhou pela produção de livros, especialmente nas áreas de ciências humanas, sociais, linguísticas e saúde social. Publicou trabalhos de grandes pensadores, brasileiros e estrangeiros, como Florestan Fernandes, Fernando Novais, José de Souza Martins, Tamás Szmrecsányi, Maurício Rocha e Silva, T. S. Eliot, John Cage etc.

No ano de 1971, juntamente com Arthur Neves, Adalgisa Pereira da Silva, Hanna Augusta Rothschild e Francisco Fábio Aderaldo, Flávio criou a editora que leva na sigla as iniciais de Humanismo, Ciência e Tecnologia (HUCITEC), em São Paulo.

“A trajetória de Flávio Aderaldo e seu exemplo nos encoraja a continuar lutando contra os movimentos obscurantistas e de negação da ciência. Mais Humanismo, Ciência e Tecnologia para o desenvolvimento do país. Viva Flávio Aderaldo!”, publicou Fábio Guedes Gomes, diretor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas e amigo do cearense.

Repórter Ceará (Foto: Arquivo pessoal)

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Enquete
Anúncio
Entendendo A Notícia
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo