Ele nasceu para ser mestre – José Artur Costa

Terezinha Oliveira • Colunista do Repórter Ceará
24 de agosto de 2020 às 09:25

JOSÉ ARTUR COSTA

Há 80 anos, em 24/08/1940, nascia uma pessoa que muito contribuiu com seu Município: nos Esportes, Comunicação, Música e, principalmente, na Educação. Filho de José Nilo Costa e Heloisa Pereira Costa, iniciou seus estudos no Grupo Escolar Assis Bezerra. Ao concluir o “Curso Primário” (1º Grau), teve que ir para a Baturité, sendo aluno interno do Colégio Salesiano Domingos Sávio, onde cursou o Ginásio (séries 6ª a 9ª). O Ensino Médio foi cursado em Fortaleza, no Liceu do Ceará.

Após concluir o Ensino Médio voltou à Terra Natal, quando foi convidado a lecionar no Grupo Assis Bezerra e no Ginásio Dom Quintino. Também foi professor no Colégio Estadual Dr. Andrade Furtado, sempre na disciplina de Matemática. Integrou a equipe gestora desses estabelecimentos, ocupando o cargo de vice-diretor.

Como servidor público ocupou alguns cargos diretivos em unidades regionais: coordenador da Unidade do Instituto de Previdência do Ceará (antigo IPEC – hoje ISSEC); delegado Regional de Ensino (12ª CREDE), o que permitia manter residência em Quixeramobim e cursar Pedagogia na UECE, em Limoeiro do Norte, especializando-se em Administração Escolar. Novamente passa uma temporada em Fortaleza devido a sua nomeação para a Superintendência de Recursos Humanos do Ceará – SUPREH, unidade da Secretaria Estadual da Administração.

Voltando a Quixeramobim, assumiu a Secretaria Municipal de Educação e teve papel fundamental na formulação do projeto para criação da Escola Agrícola Leorne Belém, sendo seu Diretor Fundador, onde realizou um trabalho com sua marca pessoal – competência, honestidade e abnegação. Continua trabalhando na Secretaria Municipal de Educação no setor do Transporte Escolar.

Além das esferas educacionais e gestão pública, sempre se envolveu com trabalhos voluntários em áreas que muito lhe dão prazer: os Esportes e a Música. A forte influência do desportista Nilo Costa, seu genitor, também participou ativamente do Desporto de Quixeramobim, como atleta e dirigente das Entidades: Liga Desportiva de Quixeramobim e Associação Desportiva de Quixeramobim. A facilidade de comunicação o tornou comentarista nas rádios locais.

Reunindo sua vivência no futebol da nossa terrinha com a vontade de homenagear amigos que brilharam nas peladas e competições oficiais, especialmente a Seleção de Quixeramobim, publicou o Livro “Chutando Bola nos Campos da Minha Cidade”. O livro foi mais uma empreitada do seu jeito de fazer o que gosta: custeado integralmente por ele e distribuído gratuitamente com os personagens e admiradores.

Vocacionado para a música, dono de bela voz, cultiva um repertório primoroso acumulado desde as serestas da juventude. Formou com amigos o Grupo Coroas da Saudade, que se apresentavam em festas de amigos e até gravaram alguns CDs. Hoje os Coroas são a base do Projeto Resgatando a Boemidade, que acontece quinzenalmente nas noites de sábado na Praça da Matriz. Por 19 anos comandou o “Sempre Sucesso” na Rádio Campo Maior, programa musical que refletiu seu gosto apurado e conhecimento do nosso cancioneiro romântico e regional.

A sua maior paixão e orgulho é a Família que constituiu com sua amada Jandira Saraiva Costa, também professora. Tem dois filhos – o Arquiteto Artur Eduardo e a Fisioterapeuta Suzani, que lhes deram os netos Tobias e Lívia

Terezinha Oliveira
Prima e  Admiradora de Zé Artur
Assumiu o Resgatando a Boemidade e o Sempre Sucesso

Compartilhar...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Os comentários estão fechados
Enquete

Considerando o cenário de pandemia na sua cidade, você se sente seguro em sair para votar no dia 15 de novembro?

View Results

Loading ... Loading ...
Anúncio
Mídia Kit

Anuncie no Repórter Ceará

Baixe o Mídia Kit


Contato: jornalismo@sistemamaior.com.br

Entendendo A Notícia
Curta nossa página
Escute ao vivo
SerTão TV
Visite-nos
Tempo